sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Prisão de Arruda. Fim da impunidade?!

Uma das boas notícias desta semana foi que o governador Arruda do DF passou a noite na cadeia, depois de ser  flagrado pagando propina a um jornalista, na tentativa de fazer com que este mentisse em depoimento à Polícia Federal sobre o dinheiro que ele recebera e que seria fruto do pagamento de propina por empresas que prestavam serviços para o governo do Distrito Federal. Seu advogado disse que era para a compra de panetones para os carentes. E eu achei que papai noel não existisse! Que injustiça a minha!!!!

Ao assistir no Globo News o governador corrupto chorando arrependido e dizendo em outra entrevista que perdoa a quem o denunciou, já que compreende o peso das imagens contra sua pessoa, consegui ficar chocada mais uma vez. Diante de tanta roubalheira, tanta corrupção, tanta impunidade, já era para estar acostumada com este tipo de notícia. Mas aprendi com meus pais que o certo é ser honesto, e que a dignidade e o bom carater estão expressos em nossas atitudes. Então ainda me surpreendo com muitas coisas que vejo e ouço.

Outro disparate que li foi o que o advogado do governador Arruda afirmou à imprensa: que Arruda está sendo submetido a constrangimento ilegal, pois a prisão, segundo ele, é "abusiva, ilegal e desnecessária". “Jamais se viu perseguição como a que vem atingindo há mais de dois meses o governador do Distrito Federal".
Ilegal???? Ilegal e abusivo são os impostos que pagamos. Ilegal e abusivo, é o valor do salário de professor, que tem que trabalhar numa jornada pesada de 60 a 100 horas semanais, porque professor trabalha na escola e em casa, para planejar as aulas, preparar material, pesquisar, corrigir, fazer diários e etc. Ilegal e abusivo é atitude do prefeito da cidade onde moro ter fechado duas creches deixando centenas de crianças sem educação e centenas de mães sem poderem trabalhar por não terem onde deixar seus filhos. A Constituição garante acesso à educação, dentre outros direitos,  e este está sendo descumprido. Não se vê nenhuma ilegalidade e abuso contra o trabalhador nestas situações????

Ouvindo a bandnews pela internet nesta manhã, soube que o promotor do caso Arruda, no caso de uma mulher que roubou uma caixa de chicletes, não concedeu habeas corpus a acusada. Pelo o que informou a notícia, a mulher está presa a dois anos aguardando o habeas corpus. Resta saber se este mesmo promotor será duro com Arruda como foi com a ladra da caixa de chicletes. Ladrão é ladrão. Não importa o tamamnho e o valor da coisa roubada, ou do arrrependimento ou não do meliante. A justiça tem que atingir a todos e a impunidade tem que acabar.

Uma lição para nós pais e professores:
Nós formamos gente. Formamos cidadãos. Nossa responsabilidade em aplicar sanções, desde uma infração que consideremos pequena aos nossos filhos e alunos, pode ensinar importantes lições sobre honestidade, respeito e ética.

Vejam este vídeo da cantora Ana Carolina lendo um texto escrito por Elisa Lucinda que fala exatamente sobre isso.

Vale a pena acessar!!!  http://www.youtube.com/watch?v=r-1Auy-EMpI

Um bom final de semana a todos!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário