quarta-feira, 16 de abril de 2014

Multimídia na Educação e Produção de um Vídeo

No curso de Artes Visuais em Licenciatura temos a disciplina de Multimídia na Educação. Essa disciplina nos possibilitou conhecer e refletir sobre o uso das tecnologias aliadas à educação, além das possibilidades diversas do uso efetivo da tecnologia no processo de ensino e aprendizagem. Um dos trabalhos desenvolvidos durante as aulas de Multimídia na educação foi um texto produzido por mim e pela Débora Rossi, a partir de um vídeo com a apresentação da palestra de José Manoel Moran e a leitura do Texto Mídias Sociais: perspectivas, tendências e reflexões, de AYRES, Marcel; CERQUEIRA, Renata; DOURADO, Danila; SILVA, Tarcízio (orgs). Fiz algumas modificações e alguns acréscimos no texto para divulga-lo nesta postagem.
É possível fazer algumas reflexões sobre como se utilizam as mídias digitais na educação nos dias de hoje. Uma das questões abordadas é sobre como ocorre a reorganização do espaço na comunicação entre as pessoas por vídeo conferências, por exemplo, no ensino à distância, dentre outros processos de comunicação e ensino com a utilização dos recursos tecnológicos.
Já existem escolas que oferecem um computador por aluno, e o uso do quadro negro deixa de ser o principal recurso pedagógico. É possível a reorganização dos alunos na sala de aula para otimizar o processo de ensino e aprendizagem. Não somente aulas expositivas são a forma de ensinar nos dias de hoje. Há muitas possibilidades de levar o conhecimento ao aluno. As tecnologias móveis e as tecnologias em geral, mudam daquele que informa para aquele que orienta. O papel do professor é transformado de mero transmissor, para um mediador e orientador na busca do conhecimento através das ferramentas tecnológicas.
Neste contexto, é possível ver mudanças na forma como o professor pode proporcionar aprendizagem. Outras questões devem ser pensadas: Como motivar os alunos? Como organizar tudo isso para que os processos de aprendizagem sejam significativos para o aluno? Como proporcionar ambientes ricos de atividades significativas? Como ajudar o aluno a selecionar o que é importante para a aquisição de conhecimento, em um espaço virtual de quantidades infinitas de informações. Para isso é necessário um conjunto de ações dentro e fora da sala, uma reorganização curricular e das diretrizes e intensão do professor em proporcionar um ensino que alie o contato humano e as tecnologias.
Moran propõe as diretrizes da escola humanista: mais orientação na pesquisa, sínteses, currículos flexíveis com momentos presenciais integrados com ambientes digitais. Outra questão é ficar atento à individualidade do aluno. Nem todos precisam andar no mesmo ritmo, pois cada aluno tem um ritmo diferente de aprendizagem. O respeito às diferenças é fundamental.
Deve-se proporcionar atividades opcionais com desafios que agucem a curiosidade do aluno que permitam a integração entre o radar e foco. Equilibrar e integrar a atividade individual e coletiva.
Há vários tipos de comunicação. São recursos que podem nos ajudar a motivar os alunos. Começar por ambientes mais formais. Ambientes digitais de aprendizagem: redes sociais, blogs, textos jornalísticos etc. Mas como organizar a pesquisa? É outra questão. Trabalhar com mapas conceituais, blogs, powerpoint, escrita colaborativa, como wikipedia, podem ser atividades interessantes para serem feitas com os alunos.
O site " EscolaBR" sobre inclusão digital nas escolas públicas pode ser um bom exemplo de como utilizar os vários recursos que a tecnologia pode proporcionar para uma educação inclusiva de qualidade.
No entanto, a tecnologia não deve substituir o valor humano nas relações entre os sujeitos. Deve ser um apoio, um complemento, uma ferramenta. O texto Mídias sociais levanta questões interessantes. De que maneira a informação e interação com o professor nessas mídias ajudam na aprendizagem? O professor deve planejar com cuidado o que vai trabalhar na sala de aula. Que recursos vai usar. Ele deve pesquisar e deve estar seguro quando chegar na sala de aula para poder orientar seus alunos. O professor pode aprender muito com o aluno também nesse processo. O professor deve tomar muito cuidado para não misturar com o lado pessoal do aluno no contato pelo Twitter, por exemplo, como se fala no texto. Os alunos (crianças e adolescentes) são muito mais rápidos para entender como funciona a tecnologia e o professor precisa tentar acompanhar seus alunos nesse processo. O grande problema é não conseguir estabelecer uma linha entre o pessoal e o formal. O professor tem que estar pesquisando, conversando com seus alunos, verificando o que eles andam acessando e usar dessas informações para elaborar uma boa aula.
Quando o professor posta coisas sobre o conteúdo aplicado por ele no face/twitter é uma maneira de instigar o aluno. Pode-se considerar uma mensagem sutil quando o professor expõe um conteúdo pelo face, pois permite que o aluno tenha contato com este conteúdo através dos espaços virtuais frequentados pelos alunos. De fato, nem todos vão abrir, mas o conteúdo vai estar disponível para todos. Cabe ao professor promover a conscientização quanto a suas possibilidades em termos de aprendizagem. Daí entra a formação do professor e o comprometimento dele com a educação.
O professor deve saber orientar o aluno quanto ao que ele pode ter de possibilidades de aprendizagem pela web, e não apenas aproveitar para tirar dúvidas com o professor. O papel do professor mudou muito na era tecnológica, mas o professor em si, não se deu conta disso. O professor não precisa necessariamente divulgar o conteúdo, mas levar o aluno a pesquisar.
O papel do professor mudou e o do aluno também. O aluno não apenas fica esperando o conteúdo, mas corre atrás. Tem que buscar, pesquisar, ler. Nesse sentido o professor virou um mediador e orientador e o aluno tornou-se mais autônomo no processo de aprendizagem.
O problema é a pesquisa mal orientada no ensino fundamental e médio. Somente na faculdade é que pedem produções para os alunos. No ensino fundamental e médio deveriam orientar sobre tipos de textos em todas as disciplinas, não somente na disciplina de Língua Portuguesa. Como produzir um artigo, noções de normas da ABNT, para não chegar na faculdade sem noção de como escrever e estruturar textos científicos.
A realização de uma proposta de trabalho usando a tecnologia deve amadurecer o aluno durante o ensino fundamental e médio, para quando chegar a faculdade ele tenha consciência da importância da busca e da produção.
Após a leitura de muitos textos relacionados com as mídias sociais, visita ao Museu da Imagem e do Som (MIS), visita a uma escola municipal para conhecer a sala de informática e alguns trabalhos desenvolvidos pelo professor de arte, diversos vídeos sobre o uso das tecnologias na educação, a construção de um blog (este eu já tinha, mas revitalizei), pesquisas na internet sobre as variadas ferramentas de pesquisa disponíveis como Google Earth, Google Docs, Youtube, Blogs etc., cada acadêmico da turma de Multimídia na Educação teve a “missão” de produzir um vídeo. A produção desse vídeo, partiu da ideia de usar um artista e sua(s) obra(s) como tema para o vídeo. Cada aluno escolheu seu tema e seu artista e criou um roteiro para a produção do vídeo. Além disso, ficou responsável por providenciar toda a indumentária que caracterizaria o artista ou obra escolhida. Um colega da turma, ficou responsável pela filmagem, enquanto a professora Rozana Valentim dirigiu cada aluno ou alunos, no caso de trabalhos em duplas. A edição do filme ficou sob a responsabilidade de cada acadêmico, com a especial ajuda do colega Bruno Muniz, o mesmo que filmou cada roteiro. No meu caso, meu marido Affonso Freitas, também deu sua imensa contribuição orientando-me sobre a parte técnica de edição de vídeo. A ideia de edição junto ao roteiro foi minha. A maior parte das falas foram improvisadas.

O resultado pode ser visto no vídeo abaixo.


Foi um trabalho difícil, porém, prazeroso e desafiador. Um trabalho que nos permite acreditar que é possível aliar as tecnologias a uma educação mais dinâmica e atraente aos alunos. Agradeço imensamente à professora Rozana por proporcionar atividades que nos levaram à superar alguns medos em relação ao uso das tecnologias, à dividir conosco o seu conhecimento, à nos instigar enquanto alunos e futuros professores e a nos conquistar com o seu carisma, simpatia, generosidade, educação, simplicidade, dignidade, ética,  paciência, sabedoria e competência. Ao concluirmos esta disciplina ela vai nos deixar seu conhecimento e muita saudade.
Turma de Multimídia na Educação 2014-UFMS
Professora Rozana Valentim de calça verde à direita



28 comentários:

  1. Respostas
    1. Obrigada Luuuuu!! Seja sempre bem vinda!! beijos

      Excluir
  2. Respostas
    1. Aê Theis! Tamu junto nesta opinião!! rsrs beijos

      Excluir
  3. Ficou ótimo o vídeo Ju assim como toda a sua caracterização de Frida. E a experiência das aulas de multimídia foram ótimas e você soube falar sobre isso muito bem. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Nay! Eu realmente levarei muitas lições desta disciplina!! Beijos

      Excluir
  4. Respostas
    1. Obrigada amiga!! Quando quiser chorar, assista ao meu drama mexicano de novo! rsrs Beijos

      Excluir
  5. Muito bom!! O video então...muito bom mesmo!! Parabéns Ju (:

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso Juli!! Amei o vídeo da Frida!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eva! Foi difícil, mas ficou legal, graças à edição hehehe

      Excluir
  7. Trabalho lindo,comentarios fantásticos,sobre a nossa prof.realmente vamos sentir saudades,video lindo! tudo dez...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, obrigada Helpitcha!! Você é generosa!! Beijão

      Excluir
  8. Muito bom, se a Globo vir este vídeo com certeza o diretor-mor vai te contratar. bjus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkk Já pensou Marise? Eu na Globo? Fazendo papel de tia de alguém? kkkkk

      Excluir
  9. Parabéns pela qualidade do seu blog! Com material interessante para leitura...muito informativo e com várias opções para os leitores. Os textos estão muito bem elaborados e bem relacionado com as temáticas abordadas.
    Gostei muito da criação do seu vídeo...do processo e do resultado final! espero que mantenha seu blog sempre atualizado, pois muito auxiliará os professores de arte e demais seguidores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada professora! Sua colocação é muito importante e contribui muito para que eu continue com o blog, especialmente dando o retorno aos visitantes. Obrigada mais uma vez, por todo ensinamento! Beijos

      Excluir
  10. Que bom que retornou ao seu blog Ju...e voltou com força total, em? Imagino que o que mais te motivou foi o grande amor por seus trabalhos, seus projetos, suas descobertas, seu aprendizado e o prazer em dividir isso com muitos...afinal esse é o belo papel do educador, né? Parabéns!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Gi! Vc é sempre tão adorável!! E com sua sensibilidade você é capaz de captar a exata dimensão da minha paixão pelo conhecimento. Obrigada mais uma vez por prestigiar e participar das minhas produções! Um beijão

      Excluir
  11. Oi Ju! O vídeo está ótimo! Sua caracterização de Frida maravilhosa!!! Parabéns!!!

    ResponderExcluir