quinta-feira, 24 de março de 2011

Mãe e atleta eventual

Há três anos, tornar-me mãe mudou minha vida por completo. Não só minha vida mas meu corpo também. Não sei se é porque tive bebê depois dos 30. Se eu tivesse tido com vinte e poucos teria voltado à forma antiga mais rápido e fácil? Não sei.
Fico pensando na Claudia Leite que teve bebê, e um mês depois já estava linda, sem nenhuma barriguinha, nem aqueles peitões saltando para fora da roupa. Estava tudo no lugar. Tudo como antes e acho que até mais bonito. Como assiiiimmmmmm?? Que raiva fiquei daquela mulher!! Como ela pode voltar ao "corpitcho" que tinha tão rápido? Fiquei mesmo me sentindo o cocô do cavalo do bandido.
Aí veio a Ivete. Aquela sim é mulher de verdade. Não como a Amélia, é claro! Mas ela estava com cara de mãe! Deu à luz e logo depois apareceu inchada, acima do peso, toda amarrada em espartilhos para se apresentar em público e como qualquer mortal que acaba de se tornar mãe, com aqueles peitões cheios de leite!! Aí me senti um pouco melhor. Minha autoestima até subiu um pouquinho! Tudo bem que a culpa é minha mesmo. Ao me tornar mãe me transformei concomitantemente numa chocólatra descontrolada! Coisa que não era antes da gravidez, juro. Esquisito né?
Bom, resolvi dar uma guinada na minha vida e me propus a recuperar pelo menos 80% da forma antiga. 100% seria impossível, pois os peitos que amamentaram quase um ano nunca mais serão os mesmos.
Então, hoje voltei a fazer minha caminhada matinal! Não que eu não tivesse feito nenhum exercício físico nestes 3 aninhos d.M. (depois de mãe). Fiz umas eventuais caminhadas, poucas corridinhas e até dois meses de academia.
Mas antes de falar sobre isso quero falar sobre uma matéria que vi ontem no Jornal Hoje que me deixou mais ou mneos animada. A matéria dizia que chocolate faz bem pra saúde e que podemos comê-los todos os dias. Fiquei tão feliz com essa notícia!! Mas... como tudo na vida, há ressalvas. Não é pra comer uma caixa de bombons não. E também não é qualquer chocolate. Tem que ser chocolate meio amargo ou amargo, que contém mais cacau que gordura e açúcar. Os outros chocolates contém menos cacau e mais gordura e açúcar, o que, obviamente, engorda. Os que contém mais cacau são os melhores pra saúde. E disseram que tem hora e quantidade certa pra comer: um quadradinho ou um bombom logo depois do almoço. Isso porque outros alimentos seriam absorvidos e o cacau não seria absorvido 100%, segundo a nutricionista. Mas a pior coisa dessa notícia foi quando a Sandra Annenberg, ao encerrar a matéria, disse que para eliminar cada barrinha de chocolate que comemos devemos fazer uma hora de caminhada por dia. Ultimamente, no meu caso, eu teria que fazer então umas 5 horas de caminhada por dia. E perto da Páscoa então...
Mas voltando à minha caminhada matinal... que retomei hoje. Fiz 45 minutos de caminhada na região onde moro, que é a parte mais alta da cidade. As ruas tem ladeiras bem íngrimes e quando é pra descer todo santo ajuda. Mas na hora da subida, minha amiga... dá vontade de chamar os bombeiros pra ser resgatada. Brincadeira!! O que me dá forças é colocar meu ipod no ouvido e seguir em frente embalada pelos sons dançantes de Madonna (que é uma inspiração com seus mais de 50 anos e corpinho de 20), Black eyed peas, Beyoncé, entre outros, e aquela música antiguinha do Snap, mas que dá um up no astral na hora de subir a ladeira: "I`ve got the power". Não é que dá forças mesmo??!!
Mas caminhar faz bem, libera endorfina, hormônio do bem estar, o que nos faz querer caminhar de novo no dia seguinte, para experimentarmos aquela sensação de prazer mais uma vez. Além disso, aproveitamos o momento para tonificar os músculos, endurecer o bumbum, emagrecer, relaxar e sentir-se vivo. Tem coisa melhor? E tudo isso é de graça!!! Só não podemos nos esquecer de alongar antes e depois, certo?

"I`ve got the power, i`ve got the power!"

2 comentários:

  1. Jú, querida, aproveitando que estou em Jardim, com primo, vó, vô e uma casa enorme para o Guilherme se entreter e esquecer um pouquinho da mãezinha aqui...rsrs.., lembrei de visitar seu blog...blog esse que tomei conhecimento naquele jantarzinho òtimo oferecido por vocês e que aproveito mais uma vez pra agradecer....então amiga, lendo seu post, morri de rir, porque vc não foi a única a nutrir sentimentos de profundo desprezo por Claudia Leite após sua gravidez...rs...o pior não é ver isso acontecer com uma "Cláudia Leite da vida", e sim com uma prima sua, no SEGUNDO filho e depois dos 30 também....kkkkk....pois é,tive que engolir essa manga!!!!
    Mas isso é bom!!! Incentiva!!!!
    Um forte abraço em vc e na Alice...estamos com saudades...

    ResponderExcluir
  2. Ahaaaaa, agora sei que é vc amiga! Puxa que legal receber sua visita! Compareça sempre! Estamos com saudades também. E foi ótimo aquele jantar aqui em casa. Ficamos muito felizes!
    Amiga, acho que vc, mais do que eu, sabe da importância da genética nessa questão corporal que tanto nos aflige. Tenho uma amiga lá em Ponta que também teve dois filhos e que tem o porte e o corpo da Maria Fernanda, aquela comparada com a Sophia Loren. A genética foi generosa com essa gente. Eu terei que nascer de novo!!rsrsrsrsrsrssrs

    ResponderExcluir